quarta-feira, 4 de julho de 2012

Sutiã X Câncer de Mama: Verdade ou Mito



Sutiã causa câncer de mama???



A maioria de vocês já devem ter recebido algum email ou lido algum artigo alertando sobre o perigo do uso do sutiã na causa do câncer de mama. As recomendações que circulam pela internet associadas ao uso do sutiã são:


EVITE USAR O SUTIÃ SEMPRE QUE PUDER.
NÃO USE SUTIÃ APERTADO!
DURMA SEM SUTIÃ.


Por quê?
Porque o uso do sutiã causa câncer.
Verdade????


A discussão sobre o uso do sutiã e dos supostos males do seu uso começou com a publicação do livro Dressed to Kill: The Link Between Breast Cancer and Bras em 1995.




O livro não foi publicado em língua portuguesa, mas o título traduzido para nossa língua é: "Vestida para matar: a relação entre câncer de mama e sutiã". Seus autores são Sydney Ross Singer e sua esposa Soma Grismaijer.




Ela é optometrista(ciência especializada no estudo da visão, especificamente nos cuidados primários da saúde visual.), profissão que, nos Estados Unidos, não corresponde ao oftalmologista no Brasil. O marido, Mr. Singer, graduou-se em biologia e teria feito doutorado - dois anos - em bioquímica.


Nenhum dos dois possui graduação em medicina: como poderiam escrever livros de medicina e discutir as causas do câncer?


Nenhum deles realizou pesquisas científicas nem publicou artigos em revistas científicas, dessas que possuem comitê editorial para avaliar a qualidade dos artigos submetidos.


E daí? - respondem os mais crédulos - Nem os próprios médicos sabem a causa do câncer...


Primeiro ponto: qualificação profissional, realização de pesquisas e publicação de artigos científicos.
Resultado: questionável.


Vejam um trecho do livro:

"...se a natureza achasse que o sutiã era coisa indispensável, ele já viria de fábrica e não como item opcional a ser acrescentado após a puberdade..." Portanto, diz o autor, os seios devem ser mantidos livres e soltos.


A correlação, do ponto de vista estatístico, entre o uso do sutiã e o câncer de mama é mais ou menos como a correlação entre o consumo de sorvete no verão e as mortes por afogamento nas praias. As duas coisas acontecem ao mesmo tempo, mas uma nem é causa nem consequência da outra.


A maioria das mulheres usa sutiã e se ele provocasse realmente a doença o número de mulheres com câncer de mama seria muito maior.


No artigo Bras and breast cancer contido em página da Canadian Cancer Society ficamos sabendo que "Até o momento, não existem evidências científicas que mostrem ligação entre o uso de sutiã e o desenvolvimento do câncer de mama".


Para a American Cancer Society, não existe base clínica que comprove a ligação entre as duas coisas: o uso de sutiã e o câncer. É o que diz o artigo Factors with uncertain...




As mulheres que não usam sutiã geralmente são mais magras e têm os seios pequenos. Por outro lado, as que têm índice de massa corporal maior e têm seios maiores geralmente não dispensam o seu uso. O peso acima do normal e o acúmulo de tecido nos seios são considerados como fatores de risco que podem levar ao surgimento da doença.


Outros fatores de risco são o álcool, a alimentação inadequada, o sedentarismo e o excesso de peso que podem aumentar os níveis de estrogênio.


Estudos científicos não comprovam as alegações do boato.


O câncer de mama ao longo dos tempos.


Há registros de que esse mal estava presente em mulheres desde a antiguidade. Em múmias egípcias, foram detectados sinais da doença. Naqueles tempos, não havia sutiã que apenas foi criado, na forma atual, em 1913 pela norte-americana Mary Phelps Jacob que o patenteou.


Ou seja se você quiser e tiver vontade, deixe-os livres soltos, mas lembre-se de que isso não afasta nem elimina os riscos de contrair câncer de mama e os exames periódicos são indispensáveis.Por uma questão de bom senso, evite peças de vestuário que provoquem incômodos ou mal estar de modo que a recomendação NÃO USE SUTIÃ APERTADO! não deve ser descartada.

O câncer de mama é uma doença muito séria, a prevenção é o melhor remédio, por isso, visite sempre seu médico, ele é a pessoa mais indicada para tirar todas as suas dúvidas.

Um abraço!
Bianca Gabriel.