quinta-feira, 31 de maio de 2012

Mães que amam Demais



Bom dia amigos!

Hoje vou falar sobre um assunto que faz parte do meu Dia a Dia.
Vou falar sobre nós mães, mas recomendo que você que pensa em ser mãe e os filhos que vivem com uma "mãe que ama demais" leiam.
O que acontece conosco é que quando nos tornamos mãe, tentamos negar a possibilidade de que um dia nossos filhos terão sua própria vida, não dependerão mais de nós e que teremos que cortar o cordão umbilical.
Tenho 3 filhos, o Gabriel Henrique de 13 anos, a Amanda Gabriela de 9 anos e a Maria Flor que tem apenas 2 anos, eu os amo demais!
O problema é que eles não são minha propriedade, eu não posso anulá-los, não posso evitar que errem, que sofram, e que cresçam com esse sofrimento, não posso e não devo fazer isso.
Para a maioria das mães é muito dolorido aceitar que um dia eles irão embora.
Vocês já devem ter ouvido a famosa frase: "Devemos criar nosso filhos para o mundo", tenho certeza que a maioria já ouviu, no fundo todas nós sabemos disso, mas não é fácil!
O que queríamos mesmo é que nossos filhos ficassem sempre perto de nós. Como não é possível, devemos aprender a controlar nosso amor e transformá-lo em um sentimento benéfico para eles.
O amor exagerado e possessivo pode sufocar e anular nosso filhos.
Precisamos ajudá-los a crescer e amadurecer para que se tornem adultos responsáveis pela sua própria vida!
Porque amar não é só criar os filhos é educá-los, não é prendê-los é protegê-los, não é fazer por eles é ensiná-los a fazer, não é só enxugar suas lágrimas é mostrá-los o caminho para que não tenham que derramá-las mais, amar é acima de tudo entender que somos mestres na vida de nossos filhos, devemos ensiná-los a viver e não viver por eles.
Precisamos lembrar que somos mulheres antes de ser mãe, e não podemos esquecer disso, vamos cuidar mais de nós mesmas, buscar atividades que nos dê prazer, a vida não se resume em ser mãe, assim, quando eles tiverem que partir, não ficará um vazio tão grande!
Tem um e book que pode nos ajudar muito nessa difícil caminhada, a leitura é gostosa e dá ótimas dicas para praticar todos os dias .
O e-book "Mães que Amam Demais" do psicólogo Frederico Mattos trata de uma realidade muito comum em muitas famílias: mães superprotetoras.
 Descreve 20 características de uma mãe que sem saber pode estar aprisionando as melhores qualidades de seus filhos em nome de um amor apegado, dependente e exagerado.
Questiona 9 mitos sobre o amor de mãe, o papel do pai no conflito e como os filhos se sentem ao lado dessa mulher que deu a vida em nome deles.
O livro começa: "Se toda mulher gostaria de encontrar o homem perfeito agora que se tornou mãe ela vai tentar o impossível. Para a criança isso pode custar caro demais.”
 Finalmente dá valiosas dicas de como essas mulheres encontrarão um caminho de felicidade pessoal que liberte toda a família dos dramas do amor exagerado
Eu recomendo a leitura! 
Acessem esse link e saiba mais sobre o livro.


MÃES QUE AMAM DEMAIS

Um ótimo dia a todos!!